Colares, fios, brincos, pulseiras e pendentes com pedras semipreciosas, gemas e cristais, em prata e pedras naturais coloridas!

Pirite a Safira

Pirite

Dureza de Mohs: 6-6,5.

Composição química:Ferro, níquel, cobre, zinco, ouro, prata, arsênio, antimônio, titânio

Cor:Amarelo-latão, amarelo-acinzentado, amarelo-dourado, brilhante, opaco

Proveniência: México, EUA, Espanha, Peru, Brasil.

Formas existentes: Pedra bruta, lapidada, pingente.

Crenças e mitos: O nome Pirita vem do grego e significa pedra de fogo, pois ao serem esfregadas duas pedras, uma contra outra, resultam faíscas. Os gregos e os romanos acreditavam que o segredo do ouro estivesse oculto na Pirite, e lendas dizem que a Pirite atrai a riqueza. Os incas utilizavam-na como espelho. Na medicina homeopática é usada para curar doenças respiratórias.

Chacras:Sétimo.

 

 

Quarto Azul

Dureza de Mohs: 7.

Composição química:Dióxido de sílica.

Cor: Azul, cor de lavanda, translúcida.

Proveniência: China, Madagáscar.

Formas existentes:Pedra bruta, lapidada, esfera, ovo, pingente, obelisco, pirâmide, cordão.

Crenças e mitos: O Quartzo-Lavanda pertence à família do Quartzo. A partir da sua cor compõe uma mistura de Quartzo-Rosa e Ametista, com as quais é intimamente aparentado. O Quartzo-Lavanda é, contudo, um Quartzo raro. O local inicial onde foi encontrado, foi em Madagáscar, e durante muito tempo deram-lhe pouca atenção. Só recentemente foram reconhecidas as suas propriedades curativas.

 

 

Quarto Fumado

Dureza de Mohs: 7.

Composição química:Sílica-dióxido com cálcio.

Cor:Castanho-claro/escuro, cinzento até preto.

Proveniência:Suíça, Itália, Madagáscar, EUA, Brasil.

Formas existentes: Pedra bruta, lapidada, esfera, ovo, pingente, obelisco, pirâmide, cordão.

Crenças e mitos: As pedras Quartzo-Fumado eram conhecidas dos povos da Antiguidade como Cristais dos montes. Os antigos gregos acreditavam que os Quartzo-Fumados fossem Cristais dos montes já amadurecidos. Os romanos usavam-no como pedra de luto que apesar das dores, proporcionava um novo ânimo e uma nova vontade de viver. Os povos árabes honravam o Quartzo-Fumado como pedra da fidelidade e da amizade, que mudava de coloração diante de ameaças de infortúnios. Também era honrado como pedra de fecundidade.

Chacras:Primeiro.

 

 

Quarto Rosa

Dureza de Mohs: 7.

Composição química:Sílica, dióxido com manganês, cálcio, ferro, magnésio.

Cor:Rosa forte, rosa pálido, translúcido até transparente.

Proveniência:Brasil, Madagáscar, EUA.

Formas existentes:Pedra bruta, lapidada, em forma de coração, pêndulo, esfera, ovo, pingente, obelisco, pirâmide, cordão.

Crenças e mitos: O Quartzo-Rosa sempre foi considerado, desde a Antiguidade, como a pedra do amor e do coração. Os gregos e os romanos acreditavam que os deuses do amor, “Amor” e “Eros”, tivessem trazido o Quartzo-Rosa até a Terra, para brindar as pessoas com amor e reconciliação.

Chacras:Quarto.

 

 

Quartzo Rutilado

Dureza de Mohs: 6-6,5.

Composição química:Titânio, óxido com titânio, cobre, ouro, traços de cálcio

Cor: Preto, prateado, amarelo, castanho, dourado/rosado, translúcido/opaco

Proveniência:Suíça, Áustria, Brasil, Noruega, EUA

Formas existentes:Pedra bruta, lapidada, esfera, ovo, pingente, cordão.

Crenças e mitos: O Quartzo-Rutilado é uma pedra forte, que já era honrada há milênios como pedra da verdade e da proteção. Segundo a mitologia grega, os homens acreditavam que o material dos rios subterrâneos era constituído por Quartzo-Rutilado e auxiliava os deuses no cumprimento das promessas.

Chacras:Primeiro, sétimo.

 

 

Rodocrosita

Dureza de Mohs: 3,5-4.

Composição química:Carbonato de manganês.

Cor:Róseo-avermelhado; branco-listrado.

Proveniência:Roménia, Alemanha, EUA

Formas existentes:Pedra bruta, lapidada, pingente, cordão.

Crenças e mitos: Limpa o subconsciente permitindo o acesso aos reinos mais elevados do pensamento. Fortalece a autoidentidade e a habilidade de funcionar melhor a vida. Previne contra o esgotamento mental. Aumenta o amor-próprio e a aceitação. Promove um fluxo suave de energia, expressividade emocional, bondade, tolerância.

Chacras:Quarto.

 

 

Rubi

Dureza de Mohs: 9.

Composição química: Óxido de alumínio.

Cor:Vermelho (diversos tons).

Proveniência:Birmânia, Tailândia, Paquistão, Afeganistão, Brasil, EUA, India.

Formas existentes:Pedra lapidada

Crenças e mitos: São considerados pelos indianos como as pedras mais valiosas uma vez que preservam a saúde do corpo e da mente. Energia criativa dedicada aos aspectos mais elevados do Eu. Fortalece a faculdade intuitiva e ajuda a iniciativa. Reforça a confiança. Aumenta a flexibilidade, a vitalidade e o poder de liderança.

Chacras:Básico: localiza-se na base da espinha, sua cor é vermelho, traz vitalidade para o corpo físico.

 

 

Safira

Dureza de Mohs: 9.

Composição química:Óxido de alumínio.

Cor: diversas.

Proveniência:Birmânia, Tailândia, Paquistão, Afeganistão, Brasil, EUA, India.

Formas existentes:Pedra bruta, lapidada

Crenças e mitos: É uma pedra serena. Ajuda a descobrir a melhor maneira de contemplar a paz da existência. Diminui as tensões e alinha os planos físico-mental-espiritual. Intuição iluminada. Levanta o ânimo, melhora a comunicação. Dissolve o stress. Expressão criativa, meditação.

Chacras:Sexto.

 

 

Selenite

Dureza de Mohs: 1,5-2.

Composição química:Sulfato hidratado de cálcio.

Cor:Incolor, Branca

Proveniência:EUA, Brasil, Sibéria, México.

Formas existentes:Pedra bruta, formas várias

Crenças e mitos: É o sulfato mais comum, ocorrendo em evaporitos ou como camadas interestratificada com folhelhos, calcário e argila. Presente também em meteoritos com grande abundância, é ainda presença constante nas pedras trazidas do nosso satélite natural: a Lua. A selenite é amplamente usada na fabricação de cimento, mas é também o sulfato mais utilizado para a fabricação de ácido sulfúrico, cerveja, moldes para fundição, giz, vidros, esmaltes, gesso, como desidratante, aglutinante, corretivo de solo e na metalurgia tem um papel preponderante. É um dos cristais mais macios e foi, desde cedo, colocado ao serviço da arte e da espiritualidade. Na Síria foram encontradas peças datadas do final do 4º milénio a. C., algumas representando divindades. Surgem por toda a antiga Mesopotâmia, Grécia e, mais tarde, nos territórios do Império Romano. O nome “alabastro” deriva da cidade grega de Alabastron onde se fazia a extração deste mineral desde o sec. III a. C.A Rosa do Deserto é uma formação especial que surge quando a selenite se conjuga com a areia, originando belas rosetas que têm inspirado paixões e lendas. Como os Antigos souberam constatar, a selenite tem atributos lunares – é uma pedra que protege a família, relacionando-se especialmente com a fertilidade, com a gravidez e com a amamentação. Como todas as pedras claras, também estimula os chakras superiores, em especial o chakra da coroa, podendo ser uma excelente ferramenta para religação com os planos mais subtis da existência.

Chacras:Transpessoais (do nono ao décimo segundo).

 

 

Sodalita

Dureza de Mohs: 5-6.

Composição química:Enxofre, alumínio, sílica com cobalto, cálcio, zinco e traços de manganês.

Cor: Azul até azul intenso, índigo com veios cinzentos e brancos, opaca até transparente.

Proveniência:Brasil, EUA, África, Índia.

Formas existentes:Pedra bruta, lapidada, esfera, ovo, pingente, obelisco, pirâmide, cordão.

Crenças e mitos: A Sodalita recebeu o seu nome na Grécia antiga, em virtude de seu alto conteúdo de sal, os nomes de Soda (sal) e Lítio (pedra), ou seja, Pedra-de-Sal ou Sodalita. Os gregos apelidaram-na como a pedra de proteção e cura, e acreditavam que a mesma conferia ao seu portador a estimulação da inclinação artística. Pintores, escultores e cantores traziam esta pedra sempre consigo.

Chacras:Laríngeo: localiza-se na garganta, cor azul claro, age no som, na vibração e na comunicação

 

 

Naturabela, Pedras com Alma