Colares, fios, brincos, pulseiras e pendentes com pedras semipreciosas, gemas e cristais, em prata e pedras naturais coloridas!

Importância dos Minerais

As primeiras referências ao uso de minerais remontam à Idade da Pedra, onde os Primitivos recolhiam na superfície da terra as melhores pedras para determinado uso. Escolhiam-nas com base no tamanho, peso e dureza. Eram usadas como armas, como instrumentos de caça e ferramentas de corte.

Com o crescimento rápido da importância destes objectos, a procura pelos melhores minerais  também cresceu. Começou a era de mineralogia (prospecção no sub-solo)

Desde cedo que este tipo de material revelou a sua importância para o Homem.

Na busca das melhores pedras, começaram a encontrar minerais com formas geométricas "simétricas", brilho elevado, cores vivas, etc. Não sendo numa primeira fase importantes para o tipo de uso que pretendiam, acharam que ainda assim tinham o seu "encanto". Encontraram as primeiras PEDRAS PRECIOSAS, GEMAS, CRISTAIS!

As melhores pedras preciosas encontradas, passaram a ser oferecidas a Chefes de tribos, a Esposas, a Deuses em rituais pagãos, a Magos, etc. Houve inclusivamente civilizações que endeusaram Pedras Preciosas.

Crescia o fascínio pelas minerais únicos!

O seu valor aumentava exponencialmente!

Ao longo da sua história foram muitas vezes a causa de guerras, usadas como pagamentos, objecto dos maiores furtos, etc.

Na época medieval, em consequência de um forte crescimento da Alquimia, descobriu-se os fortes poderes que os minerais/cristais, possuíam. Foram alvo de testes a vários níveis, nomeadamente no uso de tratamentos de doenças (físicas e psíquicas).

Em consequência dos bons resultados que começaram a ter nos referidos tratamentos, as pessoas começaram a olhar para os minerais, também pelo ponto de vista de "amuleto", ou seja, como uma pedra que se deva guardar, por superstição, para se preservar de perigos, doenças, etc.

 

A importância dos minerais, crescia ainda mais!

 

Na Europa descobriu-se tarde, aquilo que os Orientais, já conheciam à Séculos, O PODER DOS CRISTAIS.

Neste contexto, no final do Séc. XIX, apareceram vários estudos relacionados com os benefícios dos CRISTIAIS, quer para a mente, como para o corpo. Relatavam que aqueles que usavam como terapias o manuseio de Pedras, Gemas, Cristais, estavam mais propensos a acreditar na cura ou benefício pessoal pretendido.

Surgiu na sociedade várias filosofias, tendo todas como base fundamental o uso de MINERAIS.

O REIKI é disto exemplo.

Quem nunca quis perceber melhor a beleza dos 7 CHAKRAS?

 

Naturabela, Pedras com Alma